Pingue-pongue comercial soma incerteza aos ventos que pairam sobre Biarritz

China escolheu a véspera do G7 para anunciar taxas sobre produtos dos Estados Unidos. E o presidente Donald Trump não hesitou e deu ordem às empresas americanas para saírem da economia chinesa.

,45ª cimeira do G7
Foto
O encontro do G7, sob a presidência francesa, começa neste sábado e termina na segunda-feira LUSA/CAROLINE BLUMBERG

Se dúvidas restassem sobre o ambiente de alta tensão em que se inicia este sábado o G7, Pequim e Washington desfizeram-nas ontem ao escrever mais um capítulo na história da guerra comercial, com a China a ameaçar com novas tarifas sobre bens norte-americanos na ordem dos 75 mil milhões de dólares já a partir de Setembro e a Casa Branca a reagir de imediato.