EDP muda de ideias e reentra na vaga de investimento solar

Empresa pediu que lhe fosse atribuída a potência num lote que ficou sem vencedor, apesar de ter dito inicialmente que as tarifas finais atingidas não eram rentáveis.

O secretário de Estado da Energia, João Galamba, o ministro do Ambiente, Matos Fernandes, e o presidente da EDP, António Mexia
Foto
O secretário de Estado da Energia, João Galamba, o ministro do Ambiente, Matos Fernandes, e o presidente da EDP, António Mexia LUSA/ANTÓNIO COTRIM

A EDP Renováveis mudou de ideias e decidiu não perder o comboio do primeiro leilão português de capacidade de injecção de energia solar, que se realizou no final de Julho.