Banca

Dulce Mota está há sete meses como líder provisória do Montepio

Dulce Mota foi a solução para contornar o problema de acumulação de cargos do ex-presidente da CMVM, Carlos Tavares, no banco. Mas está há sete meses à espera que a sua escolha seja registada como definitiva junto do Banco de Portugal.