João Maia e Sérgio Praia: como sobreviveram a António Variações

O argumentista e realizador e o seu actor principal andaram 18 anos anos a tentar fazer este filme. Envelheceram e até sentiram que iam morrer com António Variações dentro deles.

Foto
João Maia (ao fundo) conta que Sérgio Praia foi o único actor que concorreu ao casting de Variações que "não estava a imitar", mas sim a ser natural Nuno Ferreira Santos

Em 2001, o ano em que João Maia começou a pensar em pegar na história de António Variações, o barbeiro que gravou o primeiro álbum aos 37 anos e se tornou um ícone da música dos anos 80 em Portugal, apenas para morrer dois anos depois, os Óscares de Bohemian Rhapsody e o sucesso de Rocketman ainda não estavam no horizonte. O filme pode chegar aos cinemas em plena era de filmes inspirados em grandes figuras da pop – na próxima semana, por exemplo, há Blinded by the Light - O Poder da Música, de Gurinder Chadha, sobre um jovem obcecado por Bruce Springsteen –, mas a sua génese vem bem de trás.