Como é ser um millennial na União Europeia?

Numa série agora divulgada pela Comissão Europeia, jovens de vários países da União Europeia (UE) — Espanha, Alemanha, Holanda, Bélgica e Grécia — partilham os seus pontos de vista sobre amor, política, liberdade e sobre a vida no geral. Este e outros vídeos fazem parte da #EUandME, uma iniciativa da Comissão Europeia que parte da constatação de que muitos jovens desconhecem o contributo da UE para a sua vida.

É neste contexto que surge o vídeo EUandME – Freedom, uma espécie de documentário em que jovens europeus partilham as suas histórias, ilustrando a forma como a UE influencia as suas vidas. Se, por exemplo, uma das entrevistadas confessa não se sentir europeia, nem sequer saber “o que isso significa”, outra considera que “ser europeia" é poder mover-se "livremente entre vários países”. "A União Europeia oferece um número infindável de oportunidades para unir as pessoas”, conclui um outro rapaz.

Os vários vídeos produzidos até agora relacionam-se com os cinco temas da iniciativa — a mobilidade, o digital, as competências e o empreendedorismo, o ambiente e a sustentabilidade e os direitos de cidadania. Pretendem retratar situações do dia-a-dia que são comuns a todos os jovens europeus, como os direitos enquanto cidadãos, a música, a dança, o acesso à Internet, a natureza, as viagens e as experiências interculturais. Segundo declarações da Comissão Europeia ao P3, o objectivo desta iniciativa é dar a entender aos jovens que a UE pode tornar “a vida mais segura, fácil e próspera”, garantindo-lhes todos “os seus direitos enquanto cidadãos”.

Questionada sobre o que é ser um millennial nos dias de hoje, a Comissão Europeia revelou que, apesar de estes serem jovens que cresceram com o digital, “estão ainda pouco informados acerca das oportunidades que a Europa lhes oferece”. Neste sentido, o que esta instituição pretende, acima de tudo, é “implicá-los no debate mais amplo sobre a Europa, para que se pronunciem sobre as respostas aos múltiplos desafios que [se enfrentam]” actualmente.

A #EUandME está ainda a divulgar sete curtas-metragens de realizadores europeus de renome. A par disto, foi lançado um concurso para jovens realizadores, cujos trabalhos vencedores foram divulgados na página da UE.

Sugerir correcção