Sá Pinto equipara Spartak aos “grandes” portugueses

Sp. Braga e Spartak Moscovo defrontam-se nesta quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, em jogo da primeira mão do play-off da Liga Europa.

Sá Pinto quer uma vitória já na primeira mão
Foto
Sá Pinto quer uma vitória já na primeira mão LUSA/HUGO DELGADO

Ricardo Sá Pinto, treinador do Sporting de Braga, considera que os jogos do play-off de acesso à Liga Europa, frente ao Spartak de Moscovo, serão tão difíceis como os embates com os “grandes” portugueses.

“Será um jogo da mesma exigência [como com Benfica, FC Porto e Sporting]. Será um jogo muito difícil para nós, mas também para eles. É uma equipa muito madura, com jogadores internacionais nos diversos sectores, com experiência e qualidade, muito perigosa no contra-ataque e no ataque rápido”, definiu, nesta quarta-feira, na antevisão da partida da primeira mão.

O técnico quer, por isso, um Braga muito cuidadoso: “Temos de ser equilibrados em todos os momentos e agressivos defensivamente. E não dar espaço a jogadores como Schurrle, Bakaev ou Ponce”, apontou.

Para Sá Pinto, um resultado positivo passa por vencer o jogo sem golos sofridos: “É importante fazer um bom resultado e isso passa por não sofrer e marcar: é o resultado que queremos”.

Sp. Braga e Spartak Moscovo defrontam-se a partir das 19h45 desta quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, com arbitragem do espanhol Xavier Estrada Fernández.