Hugo Santos / Publico
Foto
Hugo Santos / Publico

Vale do Tua apoia jovens a concorrer ao incentivo StartUP Voucher

Parque Natural do Vale do Tua está a promover sessões de esclarecimento para apoiar jovens a candidatarem-se à medida de incentivo ao empreendedorismo.

O Parque Natural do Vale do Tua (PNRVT) vai apoiar jovens daquele território a candidatarem-se ao StartUP Voucher”, uma medida de incentivo ao empreendedorismo que atribui uma bolsa mensal de 691,70 euros.

“O StartUP Voucher é uma das medidas da StartUP Portugal - Estratégia Nacional para o Empreendedorismo, que dinamiza o desenvolvimento de projectos empresariais que se encontrem em fase de ideia, promovidos por jovens com idade entre os 18 e os 35 anos, através de diversos instrumentos de apoio disponibilizados ao longo de um período de até 12 meses de preparação do projecto empresarial”, explicou à Lusa o director daquela estrutura, Artur Cascarejo.

Segundo o responsável, o parque, em parceria com uma incubadora certificada em conjunto com os cinco concelhos do Vale do Tua (Alijó, Carrazeda de Ansiães, Mirandela, Murça e Vila Flor), está a desenvolver sessões de esclarecimento em cada um dos concelhos, para que a informação chegue a todos. “Para que esse apoio se possa efectivar, os candidatos têm de fazer a candidatura por intermédio de uma incubadora certificada, que possua uma rede de mentores capaz de fazer o acompanhamento do projecto, e, nesse sentido o PNRVT contratou uma incubadora certificada para que possa prestar esse serviço no território”, concretizou o responsável.

Para Artur Cascarejo, não faz sentido que exista essa possibilidade aberta para jovens de todo o país e os do Vale do Tua não tenham esse apoio no respectivo concelho. Durante a duração do StartUP Voucher, podem ser atribuídas até um máximo de duas bolsas por projecto empresarial, o que faculta a esses jovens o acesso a uma rede de mentores que forneçam orientação aos promotores e façam o acompanhamento, passo a passo, do projecto.

Dentro da iniciativa existe, ainda, um prémio de avaliação intermédia que contempla os beneficiários com um prémio no valor de 1.500 euros. A medida prevê ainda a atribuição de um prémio no valor de 2.000 euros à concretização do projecto empresarial através da criação de empresa com a constituição de sociedade comercial, desde que esta ocorra após os primeiros seis meses de participação no programa e até seis meses após os 12 meses de duração máxima de participação no StartUP Voucher. A primeira sessão de divulgação desta medida acontece já no próximo dia 22 de Agosto, no Centro Cultural de Mirandela, pelas 10h. Seguem-se Alijó (dia 26, às 9h, 10h45 e 15h30 no Salão Nobre da Câmara) e Carrazeda de Ansiães (dia 26, às 17h, no Centro de Apoio Empresarial).