O projecto quer incentivar os clientes da Nespresso a reutilizar as cápsulas de café
Foto
O projecto quer incentivar os clientes da Nespresso a reutilizar as cápsulas de café DR

Bicicletas feitas com cápsulas de café? Já estão à venda e prontas para andar

Fruto de uma parceria entre a Nespresso e a empresa sueca Vélosophy, a Re:Cycle é feita a partir de cápsulas de café recicladas. Bicicletas de edição limitada já estão à venda por 1290 euros.

Depois de dois anos de estudos, a Nespresso, em parceria com a marca sueca de bicicletas Vélosophy, produziu uma bicicleta feita a partir de 300 cápsulas de café de alumínio recicladas. Re:Cycle é o nome do projecto que pretende incentivar os clientes da marca a reciclar as suas cápsulas.

A bicicleta é da mesma cor púrpura brilhante que a cápsula de café Arpeggio, da Nespresso, e possui um sino em forma de cápsula, bem como uma cesta com porta-copos. Desde o dia 12 de Agosto que mil bicicletas — uma edição limitada — estão à venda a partir da plataforma de comércio electrónico velosophy.cc, com um custo de 1290 euros. Por cada bicicleta vendida, uma outra é doada a uma estudante de um país em desenvolvimento, através da organização sem fins lucrativos World Bicycle Relief. O objectivo, segundo a marca sueca de bicicletas, é melhorar o acesso à educação nestes países.

A ideia partiu de Jimmy Östholm, fundador e CEO da Vélosophy, empresa criada para “ter um pacto positivo no mundo”, sublinha o responsável num comunicado publicado na página da Nespresso. Para o sueco, que encontra na marca de café “um forte compromisso com a sustentabilidade”, o maior desafio técnico foi descobrir uma maneira de converter o alumínio leve num material rígido o suficiente para atender aos padrões de segurança de fabrico de bicicletas.

Östholm espera ainda que outros designers de produto se possam inspirar para trabalhar com alumínio reciclado, compensando a procura constante por cápsulas descartáveis. “Todo o alumínio que existe pode ser transformado novamente em novos produtos e eu acho que essa é a principal mensagem”, disse o fundador da Vélosophy à Quartz.

PÚBLICO - A bicicleta possui um sino em forma de cápsula, bem como uma cesta com porta-copos
A bicicleta possui um sino em forma de cápsula, bem como uma cesta com porta-copos
PÚBLICO -
PÚBLICO -
Fotogaleria

“Através de colaboração com a Vélosophy, estamos a mostrar aos amantes do café o potencial de reciclar cápsulas de Nespresso de alumínio”, diz Jean-Marc Duvoisin, CEO da Nespresso, no mesmo documento. “Usando cápsulas recicladas para fazer bicicletas bonitas, a Vélosophy alia sustentabilidade e estilo, criando uma experiência verdadeiramente significativa.”

Feitas totalmente em alumínio, as cápsulas da Nespresso são 100% recicláveis. A empresa garante que o esquema de reciclagem, concebido na Suíça em 1991, funciona em mais de 53 países — existem mais de 100 mil pontos de reciclagem em todo o mundo, mais de 200 em Portugal. O mesmo não acontece com algumas marcas cujas cápsulas contêm plásticos. Em Maio deste ano, por exemplo, a portuguesa Delta anunciou o lançamento de cápsulas de café 100% biodegradáveis, sem plásticos. No entanto, e como foi noticiado pelo P3, estas cápsulas contêm bioplásticos e só se degradam em compostagem industrial. Em 2016, a cidade alemã de Hamburgo, para acabar com os resíduos gerados pelas cápsulas de café, tornou-se a primeira do mundo a proibir a sua compra e consumo — uma medida válida apenas dentro dos edifícios públicos.