Opinião

O medo, combustível da política

Quando temos medo não conseguimos pensar em mais nada, e os políticos sem escrúpulos abusam dessa possibilidade para manipular os eleitores.

Por que raio escreve um tipo crónicas sobre memória, medo e imaginação, em vez de falar daquilo de que toda a gente está a falar — a greve nos combustíveis? Peço indulgência: talvez esta seja uma maneira de falar do mesmo falando de outra coisa. Já me explicarei.