Emergência climática

E começou: Greta já está a cruzar o Atlântico de barco

REUTERS
Fotogaleria
REUTERS

A viagem de Greta Thunberg pelo oceano Atlântico já começou. Esta quarta-feira, 14 de Agosto, a activista sueca partiu de Plymouth, Inglaterra, com destino a Nova Iorque, numa embarcação ecológica, de forma a evitar as emissões de gases de efeito de estufa. Antes de embarcar, a activista e o velejador responsável pelo barco, Boris Herrmann, participaram numa conferência de imprensa. “[A viagem] Não vai ser confortável, mas eu consigo viver com isso”, disse Greta antes de começar a jornada. "A maioria das pessoas iria ficar assustada, mas a Greta não parece estar", afirmou Boris.

A embarcação Malizia II, equipada com painéis solares e turbinas submersas que geram electricidade, vai ser a “casa” da activista durante os próximos dias: “Só tenho que pensar que são duas semanas e que depois volta tudo ao normal.” Greta vai participar na Conferência das Nações Unidas sobre o combate às alterações climáticas, que se realiza em Setembro nos Estados Unidos, e em Dezembro deverá participar num evento no Chile. Greta adiantou ao New York Times que deveria visitar o Canadá e México para conhecer pessoas mobilizadas pela luta contra as alterações climáticas.

Por enquanto, resta-lhe habituar-se à vida no mar. No segundo dia de viagem, a jovem sueca escreveu no Twitter que, apesar de ter sido uma "noite acidentada", dormiu "surpreendentemente bem". 

REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
REUTERS
Sugerir correcção