Crónica

Lilita e José

Querida Lilita e José: multipliquem as minhas palavras por toda a gente que teve a sorte de conhecer o vosso trabalho. Em nome de todos agradeço a oferta de meio século de felicidade.

Leio as notícias sobre o fim do Café Correia e vêm-me as lágrimas aos olhos. Não é por ter fechado. É por ter estado aberto cinquenta anos. Foram cinquenta anos de trabalho duro, de integridade, de sacrifício e de entrega.