Entrevista

Os profetas castigados, a Senhora inquebrável e a diocese que ia “do Brasil à Índia”

Cristina Trindade, estudiosa da História Religiosa da Madeira, explica que os franciscanos foram os primeiros a desembarcar e a prestar assistência espiritual. A devoção a Nossa Senhora do Monte, que hoje se celebra, existe desde pelo menos 1470.

Foto
Sé do Funchal Carlos Lopes/Arquivo

Professora do ensino secundário, com mestrado e doutoramento em História Moderna, Ana Cristina Trindade estuda como ninguém a História Religiosa da Madeira. Faz parte da plataforma Aprender Madeira, o Novo Dicionário Enciclopédico da Madeira. Entre os trabalho que tem publicado destacam-se A moral e o pecado público no arquipélago da Madeira na segunda metade do século XVIII (1999) e Plantar nova Cristandade – um desígnio jacobeu para a diocese do Funchal. D. frei Manuel Coutinho, 1725-1741 (2012). Este é um registo parcial de uma longa conversa, a propósito dos 600 anos da Madeira, na esplanada do antigo Colégio dos Jesuítas do Funchal, hoje Reitoria da Universidade da Madeira.