EUA

Aos 85 anos, Joy nunca tinha visto mar nem montanhas. O neto decidiu levá-la a viajar

Brad Ryan levou a avó a um parque nacional norte-americano. Depois a outro e outro. Agora, o objectivo é percorrê-los todos. A road trip da avó Joy é uma alegria e um êxito nas redes sociais.

Céu
Fotogaleria
DR/grandmajoysroadtrip
Fotogaleria
DR/grandmajoysroadtrip
Fotogaleria
DR/grandmajoysroadtrip
Fotogaleria
DR/grandmajoysroadtrip
Fotogaleria
DR/grandmajoysroadtrip
Fotogaleria
DR/grandmajoysroadtrip
Fotogaleria
DR/grandmajoysroadtrip
,Parque Nacional de Yosemite
Fotogaleria
DR/grandmajoysroadtrip
Fotogaleria
DR/grandmajoysroadtrip
Fotogaleria
DR/grandmajoysroadtrip

Joy Ryan viveu toda a vida numa pequena aldeia do Ohio, nos Estados Unidos. Trabalhou numa mercearia pelo ordenado mínimo até aos 80 e poucos anos. Viúva. Já tinha viajado para fora daquele Estado norte-americano, mas pouco tinha visitado. Aos 85 anos, nunca tinha acampado, nunca tinha visto o mar, intuía o aspecto das montanhas pelas imagens que vira na televisão.

O neto Brad, conta a CBS, tinha crescido na mesma “pequena localidade de dois semáforos”. Também pouco tinha viajado até entrar na faculdade. A primeira grande viagem de Brad Ryan, hoje com 38 anos, levou-o a percorrer o trilho das Apalaches. Quando contou a experiência à avó, Joy ficou maravilhada. “Disse-me que estava mesmo arrependida por não ter conseguido fazer mais coisas daquele género e de não ter tido mais experiências ao longo da vida.

Pouco depois, o suicídio de um colega da faculdade de veterinária (Brad é hoje veterinário de animais selvagens no Jardim Zoológico de Smithsonian, em Washington) devastou-o e levou-o a colocar a vida em perspectiva. Precisava de algo que preenchesse o vazio deixado pela tragédia e decidiu dar à avó uma experiência que ela nunca tinha tido oportunidade de ter. “Fizemos uma viagem de três dias muito improvisada ao Parque Nacional de Great Smoky Mountains.”

Começava assim a “Grandma Joy’s Road Trip”, contada em fotografias e vídeos nas redes sociais, com uma campanha de crowdfunding para angariar dinheiro para continuar viagem. O dinheiro amealhado permitiu que avó e neto fizessem a primeira grande viagem: 21 parques nacionais norte-americanos em 28 dias.

Desde então, já visitaram outros sete. Avistaram uma cria de urso e tiveram um encontro imediato com um alce, acamparam, viram dunas, montanhas, o mar. “Isto faz com que já tenhamos estado em 29 dos 61 parques nacionais”, contabiliza Brad em declarações à estação televisiva norte-americana CBS. “Percorremos 25 mil milhas [cerca de 40 mil quilómetros] de estrada nos últimos três anos e meio – e atravessámos 38 Estados.”

À BBC, Brad conta como tem aprendido “a desacelerar” com a avó, ao vê-la deter-se nas mais pequenas coisas, como a cor dos cogumelos no solo. “Estava focado nos objectivos, como escalar a montanha, mas, às vezes, nem tudo é sobre vistas épicas, é também sobre aproveitar esses pequenos momentos.”

Joy tem agora 89 anos. O objectivo passa por visitar todos os 61 parques do país na companhia do neto. Os próximos destinos na lista? Alasca e Havai.