Das T-shirts aos congressos e sardinhadas. Em que gastaram dinheiro os partidos em 2018

São apenas uma parte dos gastos dos partidos em actividades que vão desde as suas reuniões políticas às festas de Verão que organizam. Por lei, têm de comunicar tudo à entidade das contas — que demora anos para lhes apontar os erros e omissões.

Foto

Facturas de telecomunicações, viagens, refeições, listas de quilómetros, aluguer de autocarros, produção de cartazes e panfletos, decoração de salas de congressos e conferências. Com mais dígitos à esquerda do símbolo do euro ou até ao cêntimo. As listas de acções e meios de propaganda política dos partidos relativas a 2018 estão na Entidade das Contas e Financiamentos Políticos e à partida há várias ilegalidades, que vão desde a falta de entrega de vários partidos até à ausência de indicação de quantas pessoas participaram nos eventos. Mas até apontar isso, a entidade ainda demorará, como é hábito, vários anos.