Avião da SATA colidiu com aves e ficou imobilizado na Terceira

O acidente obrigou ao cancelamento da ligação Lisboa/Pico/Lisboa que era para ser realizada por este aparelho.

,Açores
Foto
Rui Gaudencio

Um avião A320 da Azores Airlines está imobilizado desde domingo na Terceira, nos Açores, na sequência de uma colisão com um bando de aves, o que obrigou ao cancelamento da ligação Lisboa/Pico/Lisboa, anunciou esta segunda-feira fonte da transportadora.

Contactado pela Lusa, o porta-voz da SATA adiantou que o aparelho estava a fazer “a ligação entre Lisboa e a Terceira quando, na aterragem àquela ilha açoriana, colidiu com aves”. A situação verificou-se “ao final da tarde de domingo” e devido a esse incidente “o voo de regresso à capital foi cancelado e estão a ser avaliados os danos provocados pelos serviços manutenção”, estando “o aparelho imobilizado na Aerogare Civil das Lajes”, acrescentou António Portugal.

O porta-voz da SATA garantiu, no entanto, que os passageiros da ligação cancelada no domingo “já seguiram hoje noutro voo logo de manhã”. A situação obrigou também ao cancelamento da ligação Lisboa/Pico/Lisboa que era para ser realizada pelo aparelho acidentado.

De acordo com António Portugal, aqueles passageiros seguem para o Pico, via Terceira, na SATA Air Açores, que assegura as ligações entre as nove ilhas açorianas.

Nos últimos seis dias, esta é a segunda vez que há problemas com aviões que colidem com aves.

Na passada terça-feira, um avião de passageiros da United Airlines, que partia do Porto rumo a Newark, nos Estados Unidos, teve de fazer uma aterragem de emergência, depois de ter colidido com aves (Bird Strike). Também na quarta-feira, um avião de carga com dois tripulantes fez uma “aterragem de emergência” em segurança no aeroporto do Porto devido a um “problema no motor”, disse à Lusa fonte da Protecção Civil.