Opinião

O dilema de António perante uma garrafa de Henri Jayer de 1970, parte II

Tendo em conta a crescente raridade de todo o vinho de Henri Jayer, é provável, supõe António, que o Henri Jayer Cros-Parantoux Premier Cru 1970 que Jérôme Léclapart lhe ofereceu possa valer uma pequena fortuna – daí continuar dividido entre beber o vinho e ter uma epifania ou vendê-lo e ficar com um bom pecúlio.

,Domaine de la Romanée-Conti
Foto
Cros-Parantoux situa-se cerca de 100 metros acima da vizinha e famosíssima vinha Romanée Conti Getty Images

(continuando)