Um mercado à beira-rio plantado

Depois de quase um ano fechado para obras, o Mercado da Beira-Rio, no Cais de Gaia, reabriu a 13 de Setembro de 2017. Inaugurado em 1937, mantém a alma mas rejuvenesceu o corpo.

Mantendo o espírito de mercado tradicional, lado a lado com uma praça de restauração que disponibiliza experiências gastronómicas que vão dos petiscos portugueses à comida asiática, o Mercado Beira-Rio está de boa saúde e recomenda-se. Nas palavras de Rita Silva, directora do espaço: “Há uma boa relação com o que se passava antigamente, com o mercado antigo, com o que estamos agora a desenvolver. Tem sido uma aceitação muito boa por parte da comunidade, já é um ponto de referência para as empresas que estão aqui à volta e é esse o objectivo, nós trabalharmos para um público que pode cá voltar.”

Pela localização privilegiada, no Cais de Gaia, o mercado é muito frequentado por turistas. No entanto, tal como referido pela direcção do espaço, a dinâmica diária pretendida tem em consideração a comunidade local. Para as vendedoras mais antigas, como a dona Urbalina que há 52 anos mantem a sua banca de fruta à Beira-Rio, o negócio melhorou significativamente. Adaptaram os produtos, por exemplo da fruta ao quilo, fizerem tacinhas com salada de fruta -   o que se tornou muito popular entre os turistas. No talho, há agora presunto fatiado e enchidos em miniatura, vendidos como petisco.

Apesar de toda a mudança no espaço, os vendedores mantiveram-se quase todos no Mercado Beira-Rio e as rendas também foram mantidas, permitindo assim a continuidade dos comerciantes.

São mais de 1000 m2, 50 espaços comerciais, esplanadas e uma programação frequente de eventos. Das 10h00 da manhã à meia-noite, o Mercado é um espaço dinâmico e contemporâneo que soube manter a tradição.

Sugerir correcção