Bruno Lage: “Importante é mostrar trabalho”

Treinador do Benfica ficou feliz pelo prestígio do troféu, mas advertiu para a maratona que espera a equipa.

Foto
LUSA/MÁRIO CRUZ

Bruno Lage não extravasou a felicidade natural de vencer a primeira competição da época, defendendo a ideia de haver, para além do prestígio do troféu, a importância de preparar uma campanha inteira e mostrar aos adeptos o trabalho que tem sido desenvolvido ao longo das últimas semanas.

“Estou muito satisfeito com o que fizemos. Cumprimos o que idealizámos. Vencemos, o que é importante, mas mais importante ainda era dar uma imagem do trabalho que estamos a fazer”.

O treinador do Benfica insiste no facto de este jogo marcar o fim de uma fase, antes da grande caminhada. “Termina agora a pré-época e começa a maratona, com campeonato, Taça da Liga, Taça de Portugal e Champions. Temos uma longa caminhada pela frente. Mas é claro que começar a época desta maneira é sempre gratificante”, resumiu.

Autor de um bis e de uma assistência para o primeiro golo, de Rafa, Pizzi foi considerado o homem do jogo, mas mostrou-se mais satisfeito pela prestação da equipa, frente a um adversário que lhe mereceu um elogio. “Vencemos, justamente, uma grande equipa. O Sporting possui excelentes jogadores, mas cumprimos e conquistámos este troféu. Só espero que seja o primeiro de muitos”, exclamou.

Do lado dos “leões”, Marcel Keizer admitiu ter vivido uma noite ingrata. “Perder por 5-0... foi uma noite realmente má. Apesar de tudo, nunca abdicámos e procurámos sempre chegar ao golo. Agora temos uma semana para recuperar e entrar no campeonato com uma vitória”, referiu o treinador do Sporting.

Também o reforço Luís Neto se mostrou inconformado, lembrando que a equipa de Alvalade fez “uma boa primeira parte”, acabando por consentir “um golo na única oportunidade criada pelo Benfica” nesse período. “A partir daí, com uma sucessão de erros, as coisas complicaram-se”, lamentou o central português.