Opinião

Vamos discutir as incompatibilidades como adultos?

É claro que as pessoas têm olhos para ver o que está errado na lei. Mas pergunto-me quantos políticos têm olhos para ver a manipulação dos ajustes directos, os lóbis de advogados no Parlamento ou os mil e um esquemas para extrair rendas ao Estado que existem no país.

Sabem o que é que falta muitas vezes aos políticos? Coragem para acreditar que podem ter com os cidadãos conversas complexas. Que eles aguentam essa conversa – e que provavelmente até a apreciam. Que as pessoas têm capacidade para assimilar muito mais do que soundbytes. Que é possível tratar o eleitorado como se ele fosse composto por pessoas adultas – pela simples razão de que ele é mesmo composto por pessoas adultas.