Reportagem

O primeiro hotel da Plaza Mayor é português e uma lição de História

Grupo Pestana abriu mais um hotel da sua marca premium num dos locais mais emblemáticos da capital espanhola: a Plaza Mayor. É um hotel que transborda História e em que nada foi deixado ao acaso.

,Hotel
Fotogaleria
DR
,Grupo Pestana
Fotogaleria
DR
,Hotel
Fotogaleria
DR
,Pestana Plaza Mayor
Fotogaleria
DR
Pestana Plaza Mayor
Fotogaleria
DR
,Hotel
Fotogaleria
DR
,Plaza Mayor
Fotogaleria
DR
,Hotel
Fotogaleria
DR
,Hotel
Fotogaleria

Primeiro, uma lição de história. Madrid — ainda antes de o ser — era um pequeno povoado na fronteira com os reinos cristãos do Norte de Espanha e com os reinos muçulmanos do Sul. Era o século IX, por volta de 850, quando al-Majrīṭ foi fundada pelos muçulmanos. “O nome quer dizer mar das águas”, conta Rosa, nossa guia nesta viagem, porque o grande rio Manzanares corria naquelas terras. A cidade havia de ser conquistada em 1085 pelo rei Afonso VI de Leão. Mas foi apenas com o rei Filipe II (Filipe I, de Portugal), em 1561, que a cidade passou a capital política de Espanha, mantendo-se a capital religiosa em Toledo, não muito longe de Madrid.