ModaLisboa troca Carlos Lopes por antigas oficinas militares do Campo de Santa Clara

Depois de dois anos no topo do Parque Eduardo VII, o evento volta a mudar de localização. Collective é o tema da próxima edição, a realizar-se entre 10 e 13 de Outubro.

Foto
LUSA/RODRIGO ANTUNES

A organização da ModaLisboa anunciou esta terça-feira que a próxima edição (a 53.ª) do evento, em Outubro, vai decorrer nas Antigas Oficinas Gerais de Fardamento e Equipamento, no Campo de Santa Clara, em vez do Pavilhão Carlos Lopes, onde assentou em 2017.

“A ModaLisboa Collective, erguida em co-organização com a Câmara Municipal de Lisboa, vê a luz nas Antigas Oficinas Gerais de Fardamento e Equipamento, no Campo de Santa Clara”, refere a Associação ModaLisboa, num comunicado, no qual anuncia também as datas em que serão apresentadas as colecções para a Primavera/Verão 2020.

A 53.ª edição decorre de 10 a 13 de Outubro, sob o tema Collective. “É um todo maior que a soma das suas partes, é um esforço colectivo que avança com alicerces na individualidade de cada criativo e que forma uma só força, uma só voz, uma voz mais alta”, esclarece o mesmo comunicado.

A primeira edição da ModaLisboa, em Março de 1991, decorreu no Teatro São Luiz, embora haja registo de uma edição zero, em 1990, integrada nas Festas da Cidade. Ao longo dos últimos 28 anos, o evento percorreu os mais variados espaços da capital e chegou a realizar-se na Cidadela de Cascais e no Casino Estoril, entre 2007 e 2009, ao longo de cinco edições. Desde Outubro de 2017 que os desfiles aconteciam no Pavilhão Carlos Lopes e nas zonas circundantes, no Parque Eduardo VII.

Antes disso, a semana da moda de Lisboa passou por locais como o Museu de Marinha, a Gare Marítima de Alcântara, o Museu da Electricidade, o Centro Cultural de Belém, o Museu da História Natural, o Pátio da Galé, o Armazém Terlis e o Mercado da Ribeira.