Mitsotakis vai deixar entrar polícia nas universidades gregas

O Parlamento deverá aprovar o fim da chamada lei de asilo nas universidades, que basicamente impede a entrada de polícia nas instalações universitárias.

Democracia
Fotogaleria
Manifestações em Atenas,Manifestações em Atenas John Kolesidis/Reuters,John Kolesidis/Reuters
Kyriakos Mitsotakis no Parlamento: na próxima semana espera-se a abolição da lei do asilo nas universidades
Fotogaleria
Kyriakos Mitsotakis no Parlamento: na próxima semana espera-se a abolição da lei do asilo nas universidades SIMELA PANTZARTZI/EPA

Maria sabe que se falar com alguém na cidade holandesa em que vive sobre a chamada lei de asilo na Universidade “ia ser estranho”. A lei é uma especificidade grega, com raízes no Renascimento mas ligada também à ditadura, e não tem paralelo em qualquer outro país europeu: a polícia só pode entrar numa universidade se convidada pela reitoria (o que quase nunca acontece). O novo primeiro-ministro, Kyriakos Mitsotakis, prometeu que reverter esta lei iria ser uma das suas primeiras medidas e, na próxima semana, o Parlamento deverá votar para abolir a lei.