Torne-se perito

Líder da oposição russa Navalni hospitalizado com “reacção alérgica grave”

O opositor está preso por ter organizado protestos não autorizados em Moscovo.

Alexei Navalni em Moscovo numa manifestação em honra do opositor assassinado Boris Nemtsov
Foto
Alexei Navalni em Moscovo numa manifestação em honra do opositor assassinado Boris Nemtsov Tatyana Makeyeva/Reuters

O mais importante opositor russo, Alexei Navalni, foi hospitalizado com uma reacção alérgica aguda este domingo, depois de ter sido preso na quinta-feira e condenado a 30 dias de prisão por tentar organizar protestos não autorizados. A sua porta-voz, Kira Iarmish, que anunciou o internamento no Twitter, escreveu mais tarde dizer que o seu estado de saúde era “satisfatório.”

Iarmish explicou que o opositor foi hospitalizado no domingo de manhã com “grave inchaço na face e vermelhidão na pele”. Iarmish acrescentou que a causa da reacção era desconhecida e que ele nunca tinha sofrido de alergias no passado. Leonid Volkov, um aliado de Navalni, falou no Twitter das condições da prisão para onde o blogger foi levado, que considerou “impróprias”, diz a agência Associated Press.

Os protestos que Navalni estava organizar, contra a exclusão de vários candidatos não-alinhados com o Presidente, Vladimir Putin, nas próximas eleições autárquicas em Moscovo, realizaram-se mesmo, no sábado, apesar da sua prisão. Mas foram detidas mais de mil pessoas que neles participaram.

Navalni é a mais importante figura da oposição russa. Além de já ter passado várias temporadas na prisão por organizar manifestações contra o Governo de Vladimir Putin, em 2017, foi proibido de concorrer às eleições presidenciais contra Putin, sob o argumento de que seria inelegível por já ter sido condenado por fraude e desvio de fundos, num caso de contornos pouco claros. Em Abril de 2019, o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos acusou a Rússia de violar direitos do líder da oposição, e que as detenções em prisão domiciliária de 2012 e 2014 tiveram motivos políticos.

Considerado um nacionalista, Navalni tornou-se numa das vozes mais incómodas para o regime liderado por Putin. Surgiu em 2008 a denunciar, no seu blogue, vários esquemas de corrupção no seio de algumas empresas estatais.

A entrada na vida política aconteceu em 2013, quando ficou em segundo lugar nas eleições para a Câmara Municipal de Moscovo – cidade onde se concentra a grande maioria dos seus apoiantes. 

Sugerir correcção