Lisboa vai ter uma rua em homenagem a Marielle Franco

A proposta foi apresentada pelo vereador do Bloco de Esquerda, Manuel Grilo.

Foto
LUSA/ETIENNE LAURENT

O vereador do Bloco de Esquerda, Manuel Grilo, propôs esta quinta-feira em reunião de câmara a criação de uma rua com o nome de Marielle Franco, proposta essa que foi aprovada por unanimidade.

Após aprovação, a proposta será mandatada a Comissão Municipal de Toponímia, como órgão consultivo da autarquia, para análise e apreciação.

Marielle Franco era vereadora na Câmara do Rio de Janeiro para a legislatura de 2017/20, cargo a que chegou com a quinta maior votação e eleita pelo PSOL (Partido Socialismo e Liberdade). Foi morta a tiro, a 14 de Março de 2018, quando seguia no banco de trás de um automóvel. O motorista do carro onde se encontrava, Anderson Pedro Gomes, foi também assassinado no mesmo ataque.

Uma das vozes mais críticas da actuação da Polícia Militar e Exército brasileiro na cidade, Marielle era também activista dos direitos humanos, socióloga e feminista. Denunciava frequentemente crimes cometidos contra a comunidade negra e LGBT+.

Um ano depois da sua morte, dois antigos agentes da polícia militar foram detidos por suspeitas de envolvimento no crime.

Texto editado por Ana Fernandes