Investimento alemão esbarra nas estradas em más condições

Continental e Autoeuropa investirão 210 milhões na expansão das fábricas mal servidas de acessos. Portugal reconhece atraso, mas continua no jogo do empurra.

EN14
Foto
Renato Santos/Arquivo

A Volkswagen está a investir 110 milhões de euros na expansão da capacidade da Autoeuropa em Palmela. A Continental, por seu lado, decidiu meter 100 milhões na fábrica de Famalicão para aumentar o número de produtos. Governo e autarquias foram céleres a elogiar estes investimentos. Mas para descontentamento dos alemães, não resolvem os problemas rodoviários que afectam os 900 camiões que chegam ou partem diariamente. Há estradas por construir e por reparar com anos de atraso, uma situação com impacto negativo na operação diária – e na confiança de dois dos maiores investidores estrangeiros em Portugal.