Torne-se perito Crítica

De Bandana na cabeça prontos para a guerra

O conturbado passado de um rapper, Freddie Gibbs, e os samples melomaníacos de um produtor, Madlib.

A excêntrica combinação da violência das letras de Freddie Gibbs com os afrodisíacos ritmos de Madlib
Foto
A excêntrica combinação da violência das letras de Freddie Gibbs com os afrodisíacos ritmos de Madlib Nick Walker

Algures a meio de Bandana, na faixa Palmolive, é introduzido um bit do humorista Dap “Sugar” Willie que conta a história de um homem que, após um dia de trabalho, apanhou a mulher a trai-lo. Sem pensar duas vezes, deu um tiro a cada um dos infiéis e acabou preso. No dia seguinte, um amigo foi visitá-lo à prisão e disse-lhe para se animar, podia ter acontecido algo pior. “Meu, duas pessoas morreram. Eu posso ir parar à cadeira elétrica. Estás a dizer-me que podia ter sido pior?” A isso o amigo respondeu: “Se tivesses chegado na quinta-feira em vez de na sexta tinhas-me apanhado também.”