Torne-se perito

Trentin vence 17.ª etapa da Volta a França

Rui Costa tentou repetir vitória de 2013, ano em que se sagrou campeão do mundo de estrada. Nélson Oliveira também entrou na fuga do dia.

Fotogaleria
Reuters/CHRISTIAN HARTMANN
Fotogaleria
Reuters/GONZALO FUENTES

O italiano Matteo Trentin (Mitchelton-Scott) venceu esta quarta-feira a 17.ª etapa da Volta a França, ao percorrer os 200 quilómetros entre Pont du Gar e Gap em 4h21m36s, num dia tranquilo para o francês Julian Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep), que conservou a camisola amarela, apesar de o pelotão ter cortado a meta 20m10s depois do vencedor.

Sem grandes dificuldades para além da temperatura, a etapa ficou marcada por uma fuga de 33 ciclistas, com destaque para os portugueses Nélson Oliveira (Movistar) e Rui Costa (UAE), que era, contudo, o único de um grupo composto por corredores de 18 nacionalidades (dominado por belgas), que já tinha ganho numa chegada a Gap (2013). Um triunfo alcançado apenas dois meses antes de se sagrar campeão do mundo de estrada.

Com o grupo já só reduzido a 10 ciclistas, sensivelmente a partir dos 170 quilómetros, o campeão europeu atacou na abordagem ao col de la Sentinelle, acabando por isolar-se para cortar a meta com 37 segundos de vantagem sobre o dinamarquês Kasper Asgreen (Deceuninck-QuickStep)​ e 41s sobre o belga Greg van Avermaet (CCC Team). Nélson Oliveira e Rui Costa terminaram em 24.º e 28.º respectivamente, cedendo 3m02s e 5m49s.

Segue-se a 18.ª etapa, a primeira nos Alpes, com 208 quilómetros entre Embrun e Valloire, com duas contagens de categoria especial, a última a cerca de 20 quilómetros da meta, no Galibier.