Crítica

Gestão de Carreira

Certinho e cumpridor, o retrato de Tony Carreira pelo realizador Jorge Pelicano é uma “história oficial” do cantor mais do que um documentário com personalidade, destinado à multidão de fãs que dele fizeram quem é.

Fotogaleria
Um filme feito para as fãs que o acompanham há 30 anos, para as quais Carreira está sempre disponível
Um filme feito para as fãs que o acompanham há 30 anos, para as quais Carreira está sempre disponível
Fotogaleria
Um filme feito para as fãs que o acompanham há 30 anos, para as quais Carreira está sempre disponível
Fotogaleria
Tony Carreira
Fotogaleria

Tony é, claro, Tony Carreira, “o maior astro de Portugal”, como diz um apresentador francês. Tony é o documentário que Jorge Pelicano (Até que o Porno nos Separe, Pára-me de Repente o Pensamento) dedica ao cantor. As linhas que se seguem, por isso, em nenhum momento se debruçam sobre a música de Tony Carreira, apenas sobre o filme que o documentarista fez — objecto que começa por brincar ao toca e foge com o formato para acabar como reportagem em grande ecrã destinada essencialmente à multidão de fãs.