Jovem de 18 anos morreu afogada nas Sete Lagoas, em Montalegre

A jovem, natural de Montalegre, encontrava-se em paragem cardiorrespiratória quando os bombeiros e o INEM chegaram ao local e apesar das manobras efectuadas não foi possível reverter a situação.

,Colisão de tráfego
Foto
Adriano Miranda

Uma jovem de 18 anos morreu esta terça-feira afogada na zona das Sete Lagoas, na freguesia de Cabril, segundo o comandante dos bombeiros de Salto, no concelho de Montalegre.

O comandante Hernâni Carvalho disse à agência Lusa que o óbito foi declarado no local pela equipa do helicóptero do INEM de Macedo de cavaleiros, que foi accionado para este local do Parque Nacional da Peneda-Gerês, que é de difícil acesso.

O responsável disse que a vítima terá caído na água, de onde foi retirada por pessoas que estavam com ela, e acrescentou que foi assistida por enfermeiros que também ali se encontravam.

Hernâni Carvalho referiu que a jovem, natural de Montalegre, se encontrava em paragem cardiorrespiratória quando os meios dos bombeiros e INEM chegaram ao local e que apesar das manobras efectuadas não foi possível reverter a situação.

O alerta para a ocorrência foi dado pelas 14h40 e para o local foram mobilizados 33 operacionais entre bombeiros, elementos do INEM e militares da GNR, que contaram com o apoio de 11 viaturas e um helicóptero.

As Sete Lagoas, na zona do Parque Nacional da Peneda-Gerês, são um local de difícil acesso mas muito procurado pelos turistas para lazer. De acordo com o comandante, esta zona dista praticamente uma “hora e meia de viagem” da vila de Salto.

Sugerir correcção