LGBTI

Matosinhos recebeu o primeiro arraial pride

Paulo Pimenta
Fotogaleria
Paulo Pimenta

Perto de duas mil pessoas juntaram-se este sábado, 20 de Julho, para o primeiro Matosinhos Pride. O evento realizou-se na Quinta da Conceição, em Leça da Palmeira. “O balanço é totalmente positivo. Esperava mais pessoas, mas não podemos esquecer que decorreu o festival Meo Marés Vivas no mesmo fim-de-semana. Tudo o resto foi muito positivo: o público, as intervenções, a forma como dançaram”, relata Paula Allen, da Associação Plano i, ao P3.

A ideia surgiu em 2015 e teve como base o Arraial Pride em Lisboa. "A minha ideia era conseguir fazer um evento do género no Norte", explica Paula. Com início às 18horas, o evento de sábado prolongou-se até às 2h, contando com actuações de artistas como Os Azeitonas, as drag queens do Zoom Porto, duas academias de dança e três DJ. "Vieram todos a título voluntário", atesta Paula Allen, garantindo que nenhum artista recebeu qualquer cachet pelas actuações. 

O primeiro Matosinhos Pride teve a parceria da Câmara de Matosinhos e a presença no recinto das barraquinhas de várias organização não-governamentais. O sucesso do evento leva a prever que, em 2020, o arraial se volte a repetir. "Se a câmara e a Junta de Freguesia de Leça da Palmeira quiserem, claro que sim", garante Paula Allen. 

Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta
Paulo Pimenta