Hong Kong

Manifestantes pró-democracia atacados em Hong Kong por mafiosos chineses

A polícia não protegeu manifestantes. Mulheres grávidas, crianças e jornalistas foram agredidos, há pelos menos 45 pessoas feridas. A chefe do governo diz que a “violência trará mais violência”