Alex Pasarelu/Unsplash
Foto
Alex Pasarelu/Unsplash

Megafone

Ser Voluntário … na Ajuda de Mãe

Queres fazer voluntariado mas não sabes por onde como começar? A rubrica Ser Voluntário dá uma ajuda.

Área Geográfica: Lisboa
Tema: Apoio a mulheres grávidas e famílias

A Ajuda de Mãe é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), com estatuto de utilidade pública, que surgiu por iniciativa de um grupo da sociedade civil para apoiar cada mãe e cada família de modo a receber o bebé com qualidade e, ainda, ultrapassar dúvidas e dificuldades que originem situações de risco e exclusão.

O trabalho com as mães e as famílias é desenvolvido por uma equipa multidisciplinar, apoiado por uma equipa de voluntários presentes nos diferentes serviços promovidos pela instituição. A Ajuda de Mãe tem vários serviços que disponibiliza a mulheres grávidas e de parentalidade recente, nomeadamente gabinete de Psicologia, uma linha telefónica anónima e confidencial, a escola de mães para promoção do abandono escolar e vários cursos de formação. Importa destacar também o acolhimento temporário para grávidas ou adultas com mais de 20 anos (também acolhe filhos em idade pré-escolar que estejam a seu cargo) e a residência para mães adolescentes e filhos. 

O acolhimento da mãe tem por objectivo promover o sentido de autonomia, o desenvolvimento da auto-estima, o sentido de responsabilidade e a aquisição de competências sociais e profissionais. A Ajuda de Mãe disponibiliza todo o apoio necessário à concretização de um projecto de vida consistente, dando um especial destaque às competências parentais 

Qual o impacto da Ajuda de Mãe? 
Em 2018, a Ajuda de Mãe acompanhou 780 famílias e acolheu 38 mães e 42 crianças; 185 mães frequentaram as formações e 98 foram reintegradas no mercado de trabalho. A taxa de sucesso na escola foi de 95%

Como podes ajudar? 
Aceitam-se voluntários em todos os serviços da Ajuda de Mãe: na sala de bebés, na formação, acompanhamento da escola, visitas às mães. Precisam também:

  • organização do armazém alimentar: organizar e arrumar o armazém com vista a uma eficiente distribuição dos alimentos e combate ao desperdício alimentar;
  • conversas com mães que não dominam a língua portuguesa, de modo a aperfeiçoar a comunicação para melhorar a integração; 
  • colaborar na formação a mães na área dos serviços domésticos: engomar, limpar, cozinhar; 
  • pequenas reparações em artigos de bebé: verificar se os artigos recebidos (camas, cadeirinhas, etc.) estão em condições, reparar e arrumar. 
  • comunicação.

O que precisam de ti?
A disponibilidade do voluntário deve ser regular, sendo que mais pormenores devem ser vistos junto da Ajuda de Mãe.