Reino Unido procura “urgentemente” informações sobre apreensão de petroleiros

A bordo do petroleiro britânico Stena Impero seguem 23 pessoas. O ministro dos negócios estrangeiros britânico considerou as apreensões “inaceitáveis”.

,Petroleiro
Foto
O petroleiro com bandeira britânica levava a bordo uma tripulação de 23 membros Reuters/Handout .

A Guarda Revolucionária Iraniana apreendeu um petroleiro com bandeira britânica, chamado Stena Impero, no Estreito de Ormuz, nas águas do Golfo. A BBC, que cita a comunicação social local iraniana, avança que ainda não foi possível contactar com a tripulação do Stena Impero.

Segundo a agência Reuters, a Guarda Revolucionária apreendeu o petroleiro a pedido das autoridades marítimas de Hormozgan por “não seguir as regulamentações marítimas internacionais”. A companhia deixou de comunicar com os 23 membros da tripulação do Stena Impero às 15h00 (16h em Lisboa). A embarcação continua incontactável, e dirige-se “para norte, em direcção ao Irão”, disse a companhia de navegação Stena Bulk. 

O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido diz estar “urgentemente” à procura de novas informações. 

Segundo a BBC, também na tarde desta sexta-feira, a Guarda Revolucionária Iraniana apreendeu uma embarcação com bandeira liberiana — mas com proprietários britânicos — designada Mesdar. Contudo, a comunicação com a embarcação já foi restabelecida e a tripulação está “bem e segura”. 

O comité de emergência do governo britânico (COBRA) reuniu-se, nesta sexta-feira, duas vezes em Whitehall para discutir o incidente. O ministro dos negócios estrangeiros, Jeremy Hunt, considerou as apreensões “inaceitáveis” e acrescentou que o embaixador em Teerão está em contacto com o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Irão.