Anísio Franco é o n.º 2 do Museu de Arte Antiga

Historiador de arte, que já está em funções, é o novo director-adjunto do museu.

Foto
Anísio Franco na montagem da exposição Do Tirar Pelo Natural - Inquérito ao Retrato Português, no MNAA Rui Gaudencio

Com a nomeação do historiador de arte Anísio Franco, 55 anos, fica completa a nova direcção do Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), em Lisboa. Até agora conservador de escultura e vidro do museu, Anísio Franco será o braço-direito de Joaquim Caetano, o director que em Junho veio substituir António Filipe Pimentel, que esteve à frente do MNAA na última década.

Anísio Franco será director-adjunto do museu, cargo ocupado até agora por José Alberto Seabra Carvalho, que se reformou em Junho. “É uma pessoa que trabalha no MNAA há muito tempo, tendo um profundíssimo conhecimento de tudo, da equipa, da realidade do museu e das suas colecções”, disse ao PÚBLICO Joaquim Caetano, acrescentando que Anísio Franco já se encontra em funções.

Com uma longa carreira no MNAA, onde está há 28 anos, Anísio Franco foi curador de várias exposições, como Do Tirar Pelo Natural - Inquérito ao Retrato Português e O Virtuoso Criador: Joaquim Machado de Castro. O historiador de arte é também um olisipógrafo reconhecido, tendo recentemente publicado Caminhar por Lisboa (2016) e Lisboa Desconhecida & Insólita (2017), ambos na Porto Editora.