Em expedição pela ilha de São Miguel à procura da arte colectiva

Fato de banho, impermeável e calçado confortável. Eram estas as premissas para uma expedição que envolveu um jogo de futebol, uma refeição e um mergulho, ou seja, arte, interpeladora e colectiva. Onde? No festival de artes Walk&Talk, na Ilha de São Miguel, nos Açores.

Fotogaleria
O filme "Mistérios Negros", de Pedro Lino, foi exibido na piscina do Parque Terra Nostra, com toda a gente dentro da dita cortesia walk&talk
Fotogaleria
Circuito Ilha propôs uma deambulação por sete projectos artísticos dispostos em locais diferentes da ilha cortesia walk&talk
Fotogaleria
Um jogo de futebol esteve na base do trabalho colaborativo ("22 men, 1 ball, some fog") entre a dupla britânica Practice Architecture e o Futebol Clube Vale Formoso cortesia walk&talk

No início da sua história, o festival de artes Walk&Talk levou a arte para a rua. Era uma forma de chegar às pessoas. Depois, progressivamente, foi diversificando a ideia de arte pública e relacionando-se com outras formas artísticas, com o público a ir ao encontro da arte. Agora, na 9.ª edição, que começou a 9 de Julho na ilha de São Miguel, nos Açores, e se prolonga até ao próximo sábado, o desafio foi deslocar os interessados em expedição.