Descarga suspeita no rio Douro investigada pela Polícia Marítima

Imagens captadas por telemóvel levaram a denúncia. Suspeita-se que a descarga tenha sido feita por uma embarcação de turismo. A empresa australiana dona do barco nega qualquer irregularidade.

Foto
Gonçalo Dias

Vê-se primeiro o que parece ser uma espuma branca a correr, aparentemente, das traseiras do barco-hotel, mas à medida que a câmara avança, uma mancha castanha e espessa aparece à superfície do rio entre o barco e o cais do Pocinho, em Vila Nova de Foz Côa, onde as imagens foram captadas a 27 de Junho. A Polícia Marítima (PM) foi alertada e instaurou um processo para investigar o que aconteceu. A empresa responsável pela embarcação nega que tenha havido qualquer contaminação do Douro e garante que desconhecia a investigação em curso.