Já podemos ver as primeiras cenas do Pinóquio de Matteo Garrone

Divulgado o trailer da nova adaptação do conto de Collodi pelo realizador de Dogman. A estreia mundial está anunciada para o dia 25 de Dezembro.

,Filme
Foto
Roberto Benigni é Gepetto no filme de Matteo Garrone DR

Já se sabia, desde o ano passado, que Matteo Garrone ia fazer o seu Pinóquio. A rodagem iniciou-se na Primavera, entre as regiões italianas da Toscana e de Lácio, mas na última semana pudemos ver as primeiras imagens do filme, com estreia já anunciada para o próximo Natal.

São 75 segundos de imagens negras, e outra coisa não seria de esperar do realizador de Gomorra (2008) e de Dogman (2018), mesmo se ele prometeu que iria ser fiel ao conto já clássico do seu compatriota Carlo Collodi (1826-1890), que em 1883 presenteou os seus leitores com esta história fantástica de um boneco esculpido em madeira que acaba por ganhar alma e vida.

Nesse pouco mais de um minuto de cenas, vemos personagens algo assustadoras, homens vorazes e com aparência de animais, mulheres com conchas de caramujos e, na penumbra da sua loja de carpinteiro,… Roberto Benigni, desta vez no papel de Gepetto, a esculpir o seu boneco.

O actor de A Vida É Bela (1997) já tinha tido o seu encontro com a fantasia de Collodi quando, em 2002, escreveu, realizou e interpretou a figura de Pinóquio. Desta vez fica-se pela personagem mais discreta – se é que lhe é possível ser discreto – do criador do rapaz de madeira a quem o nariz cresce quando mente. A seu lado, Benigni tem Federico Lelapi (no papel de Pinóquio), Marcello Fonte (Dogman), e também Marine Vacth (Jovem e Bela) e Gigi Proietti (A Filha de D'Artagnan).

Na versão de Garrone, parece não haver a fada madrinha nem o grilo falante que Walt Disney acrescentou à história original na primeira adaptação cinematográfica do conto de Collodi, em 1940. Desde então, sucederam-se as versões deste rapaz de madeira com vida, entre as quais As Aventuras de Pinóquio (1972), do também italiano Luigi Comencini, e o já citado filme de Benigni.

Em simultâneo com o filme de Garrone – que confessou ao PÚBLICO sonhar realizar Pinóquio desde os cinco anos, quando desenhou o seu primeiro storyboard –, sabe-se que outros produtores e cineastas trabalham sobre a mesma personagem. São os caso dos estúdios Disney (com Tom Hanks?) e também de Guillermo del Toro, que está já a trabalhar, com Mark Gustafson, numa versão animada em stop motion, também em registo negro, para a Netflix, com estreia anunciada para 2012.

“Estou no pleno da minha carreira, tenho toda a energia para me deparar com um projecto complicado como este. E em todos os filmes há sempre uma componente de mistério, nunca se sabe o resultado, podemos enganar-nos com toda a boa-fé. Mas desejo que seja um belo filme. As premissas que me levam a fazer Pinóquio são as mais sinceras”, disse Matteo Garrone ao PÚBLICO, em Dezembro passado.

Ficamos à espera do seu rapaz de madeira. E também dos outros, já agora.