Fotogaleria
DR/Brightvibes
Fotogaleria
DR/Brightvibes

Coberturas verdes em paragens de autocarro? As abelhas agradecem

A cidade holandesa de Utrecht instalou coberturas verdes nas paragens de autocarro para melhorar a qualidade do ar e proteger as abelhas.

A partir de agora, os habitantes de Utrecht que estiverem à espera do autocarro nunca vão estar sozinhos. A cidade decidiu remodelar 316 das suas paragens de autocarros, que contam agora com coberturas verdes. Além de melhorarem a qualidade do ar, os espaços servem como santuários para abelhas e outros insectos, num esforço de preservar e fortalecer a biodiversidade da cidade holandesa.

As abelhas têm um papel muito importante no equilíbrio dos ecossistemas e os pequenos jardins nos tectos das paragens são ideais para atraírem estes e outros polinizadores, constituídos maioritariamente por plantas suculentas do género Sedum, que têm flor quase todo o ano.https://twitter.com/LiorSteinberhttps://twitter.com/LiorSteinberg/status/1148146984945164288g/status/1148146984945164288https://twitter.com/LiorSteinberg/status/1148146984945164288

Algumas cidades da Holanda apresentam valores de poluição atmosférica preocupantes e as suculentas permitem ainda a filtração de partículas de ar e a absorção de água das chuvas. O sistema das coberturas verdes já é utilizado em vários centros urbanos um pouco por todo o mundo, visando melhorar a qualidade do ar e servir como um sistema de refrigeração natural nos dias de mais calor.

Além dos tectos verdes, as paragens de Utrecht contam com iluminação LED e bancos feitos de bambu. A cidade incentiva ainda, através de subsídios, os habitantes locais a colocarem tectos verdes nas próprias habitações.

O esforço da cidade holandesa por ter transportes públicos mais verdes não se fica por aqui: a frota de autocarros que aí circulam começou a ser substituída, com 10 veículos eléctricos já em circulação. Até ao final de 2019, Utrecht quer ter 55 veículos eléctricos na estrada e toda a frota actual substituída até 2028. A energia utilizada para carregar as baterias dos autocarros eléctricos vai ser totalmente produzida nos parques eólicos do país.