Quotas para professores com deficiência só existem quando não está em causa a entrada no quadro

Especialista em Direito Administrativo considera que Ministério da Educação “não respeita o espírito da lei” que determina a fixação obrigatória, nos concursos de ingresso na função pública, de uma quota de emprego para pessoas com deficiência.

Há professoers que demoram mais de 30 anos para terem os requisitos de antrada no quadro
Foto
Há professores que demoram mais de 30 anos para terem os requisitos de entrada no quadro Daniel Rocha

O Ministério da Educação (ME) tem aplicado as quotas de emprego para pessoas com deficiência só a partir dos lugares em que geralmente já nenhum professor consegue entrar nos quadros. A partir de 2001, passou a ser obrigatório o estabelecimento desta quota em todos os concursos externos de ingresso na função pública.