Pixabay
Foto
Pixabay

Politécnico da Guarda cria aplicação para ajudar cegos a escolher ementas

Projecto Menu4All quer responder a uma necessidade identificada pela Escola Superior de Turismo e Hotelaria, da Guarda.

Dois investigadores do Instituto Politécnico da Guarda (IPG) desenvolveram uma aplicação móvel e um portal na Internet para auxílio aos cegos na escolha das ementas nos restaurantes.

O projecto Menu4All, concebido por Adriano Costa, professor na Escola Superior de Turismo e Hotelaria (ESTH - Seia), e Filipe Caetano, docente na Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG - Guarda), consiste “no desenvolvimento de uma aplicação móvel, para auxílio aos invisuais na escolha de ementa num restaurante, bem como no desenvolvimento de um portal Web para gestão de ementas”.

Adriano Costa adiantou à agência Lusa que a ideia para o desenvolvimento do sistema “surgiu de uma necessidade identificada pela ESTH/IPG, onde os seus docentes verificaram as dificuldades que um invisual tinha sempre que se deslocava a um restaurante e pretendia fazer o seu pedido”. “Assim, foi colocado o desafio de desenvolver um sistema que permitisse ao invisual através do seu smartphone saber o menu do restaurante. Foi então desenvolvido o sistema Menu4All que permite aos invisuais acederem de uma forma autónoma e livre, sem constrangimentos de tempo, aos menus dos restaurantes, com a indicação da composição do prato e respectivo preço, entre outras considerações que o restaurante julgar conveniente”, disse.

De acordo com o responsável, o sistema é constituído por duas componentes distintas: a aplicação para smartphone, a ser usada pelos cegos, e o portal web, para uso dos restaurantes. “Na chegada ao restaurante, o utilizador invisual abre a aplicação Menu4All no seu smartphone e, de imediato, a aplicação verifica as redes wireless disponíveis. Através do SSID (Service Set Identifier) da rede wireless do restaurante, o sistema sabe que o utilizador ali se encontra. Neste processo, a aplicação móvel comunica com o servidor web, para o qual a aplicação envia a lista de redes wireless disponíveis. O servidor responde com uma ementa se algum dos SSID da lista estiver registado como pertencente a um restaurante com Menu4All”, explicou.

Segundo a fonte, “se, pelo contrário, nenhum SSID for conhecido, a aplicação continuará periodicamente a obter o nome de SSID e a repetir o processo”. “Quando uma ementa é recebida pelo smartphone, é iniciada a sua leitura e toda a navegação entre pratos e bebidas é feita com toques no ecrã do smartphone, sendo que a aplicação Menu4All reage a estes, não sendo importante a zona do ecrã onde é feito o toque ou toques”, concluiu.

O portal online para utilização dos restaurantes “é muito intuitivo, permitindo a fácil criação das ementas a serem enviadas posteriormente para o smartphone”. Os investigadores consideram que a produção do sistema, que pode ser aplicado no território nacional e no estrangeiro, pode ser positiva para a Guarda, pela criação de emprego e pela integração de alunos no mercado de trabalho.

O projecto Menu4All conquistou o primeiro prémio do Melhor Projecto de Inovação e Desenvolvimento da segunda edição dos Hospitality Education Awards, do Fórum Turismo.