Stranger Things “está a bater recordes Netflix” — e milhões já acabaram a terceira temporada

A popular série já está a ser vista por 40,7 milhões de contas em todo o mundo e 18,2 milhões já viram os oito episódios, revela a própria Netflix. Audiências do serviço de streaming não são medidas pelo sistema convencional.

,Coisas estranhas
Foto
Netflix

A terceira temporada de Stranger Things “está a bater recordes Netflix”, disse segunda-feira a plataforma através da rede social Twitter. O serviço, que não revela audiências nos mesmos parâmetros que a televisão tradicional e que fornece dados selectivamente, informou que a sua popular série já está a ser vista por 40,7 milhões de contas e que 18,2 milhões de lares já acabaram os oito episódios da série de ficção científica nostálgica.

Como assinala Dave Nemetz no site especializado TVLine, 40,7 milhões de espectadores “é um número gigantesco na actual paisagem televisiva” – 19,3 milhões de pessoas viram em directo o final de A Guerra dos Tronos, um acontecimento televisivo de 2019, e a média de espectadores em diferido foi, para a sua última temporada, de 44,2 milhões de pessoas só nos EUA.

Ora os números Netflix têm várias nuances, sendo dados pelo próprio serviço e não por empresas de audiências independentes, não discriminam países nem contabilizam quantas pessoas envolve uma “conta” (cada conta tem a possibilidade de partilha com vários utilizadores e cada visionamento pode envolver mais de uma pessoa presente). Há também o critério “visionamento”, que segundo a empresa significa que alguém de uma dada conta ficou com um episódio pelo menos durante 70% da sua duração.

Já a empresa que mede as audiências da televisão americana, a Nielsen, tinha em 2017, quando da estreia da segunda temporada de Stranger Things, apurado que essa tranche de episódios tinha sido vista por 8,8 milhões só nos EUA e que quatro milhões viram cada episódio nos primeiros três dias após a sua estreia – e mostrou também que os números caíam à medida que a série avançava, com 15,8 milhões em média no primeiro episódio e apenas 4,6 milhões no nono e último. A insuficiência dos dados da Nielsen, argumenta a plataforma de streaming mais popular do mundo? Não mede os visionamentos em telefones ou computadores e só abrange o mercado americano (a Netflix está em mais de 190 países).

Posto isto, a terceira temporada de Stranger Things era muito aguardada desde o hiato da série desde 2017 e estreou-se a 4 de Julho, mesmo a tempo do feriado norte-americano e correspondente fim-de-semana prolongado. A Netflix indica que até segunda-feira o número de espectadores que contactou com a série foi o que mais rapidamente e amplamente cresceu na sua história de produção de séries originais. Outras séries populares da Netflix e cujos números “oficiais” foram conhecidos são Sex Education, que terá acumulado 40 milhões de visionamentos em todo o planeta no espaço de um mês, ou Umbrella Academy, que acumulou 45 milhões de visionamentos em contas distintas.