Acusação de Tancos pronta até final de Setembro

Ministério Público não se quer ver obrigado a libertar os arguidos detidos há quase um ano.

,Caso dos Pais de Tancos
Foto
Tiago Petinga/Lusa

A acusação ao processo sobre o desaparecimento e o aparecimento de material de guerra dos paióis de Tancos, revelada pelo Exército em Junho de 2017, vai estar concluída até ao final de Setembro, quando se completa um ano sobre as primeiras detenções do caso. Ao cumprir este prazo o Ministério Público evita ser obrigado a libertar os arguidos que atingem nessa altura o prazo máximo de detenção, nomeadamente o antigo porta-voz da Polícia Judiciária Militar (PJM), o major Vasco Brazão, que se encontra em prisão domiciliária.