Homicídio de mãe adoptiva: suspeitos apanhados nas câmaras de bomba de gasolina

Começou esta quinta-feira em Almada o julgamento de Diana Fialho e Iuri Mata, acusados do homicídio da mãe adoptiva de Diana, encontrada morta em Setembro do ano passado. Os dois arguidos não quiseram falar.

Foto
Rui Gaudencio

Diana Fialho e Iuri Mata começaram esta quinta-feira a ser julgados no Tribunal de Almada pelo homicídio de Amélia Fialho, 59 anos, professora de Físico-Química na Escola Secundária Jorge Peixinho.