Sergey Zolkin/Unsplash
Foto
Sergey Zolkin/Unsplash

Parlamento Europeu tem 12 vagas para engenheiros civis e arquitectos

Vagas são para Bruxelas, Luxemburgo ou Estrasburgo. Candidaturas abertas até 22 de Julho.

O Parlamento Europeu está a organizar um processo de selecção documental, através da prestação de provas, para a ocupação de 12 vagas de administrador, com os perfis de engenheiro civil e/ou arquitecto, em Bruxelas, Luxemburgo ou Estrasburgo.

As vagas são para posições remuneradas em vários departamentos: gestão de instalações, técnicas de construção (engenheiro especializado em hidráulica, aeráulica e electricidade) e gestão de projectos de construção (estruturas e instalações técnicas de edifícios).

Os candidatos aprovados vão supervisionar a gestão do parque edificado e dos projectos imobiliários do Parlamento Europeu.

Um curso universitário de pelo menos três anos (comprovado por um diploma) nas áreas referidas e três anos de experiência profissional são os requisitos exigidos aos interessados. Além disso, e de acordo com o anúncio, os candidatos devem ser nacionais de um Estado-membro da União Europeia (UE), bem como dominar pelo menos duas línguas oficiais da UE: uma ao nível do C1 e outra, no mínimo, ao nível do B2. Esta última deve ser, obrigatoriamente, francês ou inglês.

O processo de selecção é organizado com base na avaliação das habilitações e na prestação de provas. O formulário de candidatura e as fotocópias dos documentos comprovativos devem ser enviados por correio registado até 22 de Julho de 2019.