Deputados do Partido do “Brexit” viram costas durante hino no Parlamento Europeu

Vinte e nove deputados britânicos viraram-se de costas enquanto os músicos tocavam o Hino da Alegria, de Beethoven.

Foto
EPA/PATRICK SEEGER

Os deputados europeus do Partido do “Brexit”, de Nigel Farage, protagonizaram esta terça-feira uma acção de protesto virando as costas enquanto tocava o hino europeu no plenário do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, durante a sua sessão inaugural.

Os eurodeputados foram convidados a levantar-se para ouvir o hino europeu, mas os 29 deputados britânicos, eleitos na expectativa de que o Reino Unido deixe a União Europeia, mostraram hostilidade ao virarem-se de costas enquanto os músicos tocavam o Hino da Alegria, de Beethoven.

Também fora do Parlamento Europeu, a manhã foi marcada por protestos, com milhares de pessoas a manifestarem-se, a maioria das quais pela ausência imposta aos independentistas catalães eleitos em Maio e impedidos de tomar posse na sessão inaugural.

De acordo com a polícia, às 9h30 estavam pelo menos quatro mil pessoas a manifestarem-se frente ao edifício do Parlamento Europeu, empunhando bandeiras da Catalunha.

Os três lugares dos eurodeputados independentistas catalães vão ficar vazios porque Madrid bloqueou a possibilidade de tomada de posse devido às circunstâncias jurídicas em que se encontram.

Além dos manifestantes catalães, manifestaram-se também frente ao Parlamento Europeu membros de partidos de extrema-direita europeus e ainda britânicos apoiantes da saída do Reino Unido da União Europeia ("Brexit").

Os apoiantes do “Brexit” também viraram as costas a um grupo de músicos que actuam nas festividades oficiais de abertura do Parlamento.

Por fim, um pequeno grupo de alemães manifestou-se em solidariedade para com a capitã do navio de uma organização não governamental alemã, que se encontrava em operações de salvamento no Mediterrâneo e foi presa pelas autoridades italianas em Lampedusa.

Sugerir correcção