Família Amorim mantém-se no topo da lista dos mais ricos em Portugal

Fernanda Amorim tem uma fortuna avaliada em mais de quatro mil milhões de euros. Na área do desporto, Cristiano Ronaldo é líder.

Galp Energia é um dos activos da família Amorim
Foto
Galp Energia é um dos activos da família Amorim RUI GAUDENCIO / PUBLICO

A família Amorim volta a encabeçar a lista dos portugueses mais ricos. O ranking anual, divulgado pela revista Forbes esta terça-feira, mostra que Fernanda Amorim, viúva do empresário Américo Amorim, fundador da Corticeira Amorim, conta com uma fortuna avaliada em mais de quatro mil milhões de euros. Na carteira de activos da família Amorim consta ainda a Galp Energia e 25% das acções da marca de alta-costura Tom Ford.

Em segundo lugar nesta lista, com uma fortuna avaliada em mais de 3500 milhões de euros está Alexandre Soares dos Santos, de 84 anos. O líder do grupo Jerónimo Martins, no qual se inclui a cadeia de supermercados Pingo Doce, conta com vários membros da família nesta lista, como é caso de Maria Isabel Martins dos Santos, que detém 10% de participação no grupo Jerónimo Martins.

A ascensão mais acentuada neste ranking foi protagonizada por José Neves, que saltou da nona para a quarta posição. Depois da entrada em bolsa da Farfetch, plataforma de moda de luxo fundada pelo português, a fortuna do empresário aumentou, aproximadamente, 32%. José Neves tem uma fortuna avaliada em 1010 milhões de euros, mais 321 do que no ranking de 2018. 

Nas listas reveladas pela revista Forbes, a paridade de género não é uma realidade: das dez pessoas mais ricas do país, oito são homens. Se analisarmos os cinquenta mais abastados, encontramos 14 mulheres.

Manuela Medeiros, fundadora e líder da Parfois, tem uma fortuna avaliada em 290 milhões de euros. Na área do desporto, sem surpresa, Cristiano Ronaldo, com 439 milhões de euros, é o atleta português mais rico. O seu agente e gestor da Gestifute, Jorge Mendes, tem uma fortuna avaliada em 263 milhões.