A Madeira está a celebrar e isso não se nota no continente

As comemorações oficiais começaram no Porto Santo com uma réplica em bronze de uma encomenda feita ao escultor Francisco Franco para a Exposição Colonial Internacional de Paris, em 1931.

Fotogaleria
Ana Marques Maia
Fotogaleria
Cruz processional em prata dourada, encomenda de D. Manuel I Ana Marques Maia
Fotogaleria
Vista aérea sobre Porto Santo Ana Marques Maia

Os festejos pouco ou nada ecoam em Portugal continental. O presidente da Comissão Executiva das Comemorações dos 600 anos da Descoberta da Madeira e do Porto Santo, Guilherme Silva, responsabiliza a “distracção dos órgãos de soberania”.