Eles dedicam a vida à missão de salvar a humanidade de si própria

Fotogaleria

No futuro, como será o mundo que vamos deixar de herança aos nossos filhos e netos? Face às alterações climáticas, aos fortes desequilíbrios demográficos e socio-económicos e à iminência de uma guerra nuclear — fenómenos e riscos que colocam em causa a sobrevivência do ser humano enquanto espécie —, o que está a ser feito, e por quem, para assegurar um futuro sustentável?

Num mundo em rápida mutação, “não é fácil dar uma resposta convincente ou definitiva”, realça o fotógrafo italiano Alberto Giuliani, o autor do projecto Surviving Humanity, que se encontra presentemente em exposição nas Galerias do Edifício Paços do Concelho, ao abrigo da Bienal de Fotografia do Porto, promovida pela Ci.CLO. “Ao tentar prever como se afigurará a vida das próximas gerações, percebi que os governos e os cientistas já estão a moldar os nossos destinos e tudo será muito diferente daquilo que sequer podemos esperar”, pode ler-se na sinopse do projecto.

Giuliani começou a obter respostas no momento em que partiu em busca dos heróis anónimos que dedicam a vida, em prol do futuro de todos, à missão de “sobreviver à humanidade”. O projecto, que continua em desenvolvimento, tem como protagonistas os cientistas (e as suas criações) do Pólo Norte, Estados Unidos, Japão, China, Coreia do Sul, Noruega, Reino Unido, Alemanha, Holanda. A exposição pode ser vista até esta terça-feira, 2 de Julho, no âmbito da Bienal de Fotografia do Porto.

Geólogo marinho na base científica de Ny-Alesund. Svalbard, Noruega
Geólogo marinho na base científica de Ny-Alesund. Svalbard, Noruega ©Alberto Giuliani
Hi-Seas IV da NASA: simulação da vida em Marte durante um ano. Vulcão Maunda Loa, Havai. O astronauta francês Cyprien Verseux salta no cume do vulcão durante um treino EVA (Atividade Extra-Veicular)
Hi-Seas IV da NASA: simulação da vida em Marte durante um ano. Vulcão Maunda Loa, Havai. O astronauta francês Cyprien Verseux salta no cume do vulcão durante um treino EVA (Atividade Extra-Veicular) ©Alberto Giuliani
Cúpula de Marte da NASA para missões de treino. Havai, EUA
Cúpula de Marte da NASA para missões de treino. Havai, EUA ©Alberto Giuliani
Empresa de clonagem. Seul, Coreia do Sul
Empresa de clonagem. Seul, Coreia do Sul ©Alberto Giuliani
Cão que foi clonado à nascença. Seul, Coreia do Sul
Cão que foi clonado à nascença. Seul, Coreia do Sul ©Alberto Giuliani
Sala de armazenamento das bases de dados de ADN do Banco Nacional de Genes da China. Shenzhen, China
Sala de armazenamento das bases de dados de ADN do Banco Nacional de Genes da China. Shenzhen, China ©Alberto Giuliani
Recepção do Hotel Henn-na, na Província de Nagasaki, Japão. O hotel é gerido exclusivamente por máquinas humanóides e robóticas.
Recepção do Hotel Henn-na, na Província de Nagasaki, Japão. O hotel é gerido exclusivamente por máquinas humanóides e robóticas. ©Alberto Giuliani
Xpoint, a maior cidade de bunkers do mundo. Dakota do Sul, EUA
Xpoint, a maior cidade de bunkers do mundo. Dakota do Sul, EUA ©Alberto Giuliani
Apartamento de luxo Survival Condo. Kansas, EUA
Apartamento de luxo Survival Condo. Kansas, EUA ©Alberto Giuliani
Base científica de Ny-Alesund. Svalbard, Noruega
Base científica de Ny-Alesund. Svalbard, Noruega ©Alberto Giuliani
Robot humanóide Telenoid. Tóquio, Japão
Robot humanóide Telenoid. Tóquio, Japão ©Alberto Giuliani
Robot humanóide lê 24 horas por dia. Tóquio, Japão,Robot humanóide lê 24 horas por dia. Tóquio, Japão
Robot humanóide lê 24 horas por dia. Tóquio, Japão,Robot humanóide lê 24 horas por dia. Tóquio, Japão ©Alberto Giuliani
Sala de operações de criopreservação da Alcor. Phoenix, EUA
Sala de operações de criopreservação da Alcor. Phoenix, EUA ©Alberto Giuliani
A maior biosfera do mundo. Cornwall, Reino Unido
A maior biosfera do mundo. Cornwall, Reino Unido ©Alberto Giuliani
Sugerir correcção