Minsk 2019

Portugal fecha II Jogos Europeus com 15 medalhas

Atletas portugueses superaram os resultados da primeira edição dos Jogos Europeus, em Baku 2015, onde alcançaram 10 medalhas.

,Minsk 2019 Jogos Europeus
Foto
Reuters/VASILY FEDOSENKO

Portugal somou 15 medalhas, três delas de ouro, na segunda edição dos Jogos Europeus que se realizaram na Bielorrússia. São mais cinco do que as alcançadas em 2015, na primeira edição do evento, em Baku, e colocam o país no 17.º lugar da tabela final em Minsk. 

Na edição deste ano, que terminou este domingo, as medalhas de ouro foram conquistadas pela selecção de futebol de praia, que venceu no sábado a Espanha na final por 8-3 (depois do bronze alcançado em Baku); por Fu Yu na competição de singulares femininos de ténis de mesa; e por Carlos Nascimento nos 100 metros do atletismo. 

Além do ouro, a comitiva portuguesa leva seis medalhas de prata para casa. O segundo lugar no pódio foi conseguido na competição de judo por equipas mistas, pela equipa composta por Telma Monteiro (-57 kg), Rochele Nunes (+70 kg), Jorge Fernandes (-73 kg), Anri Egutidze (-90 kg), Bárbara Timo (-70 kg) e Jorge Fonseca (+90 kg). O ciclista Nelson Oliveira também levou a prata no contra-relógio, assim como as ginastas acrobatas Bárbara Sequeira, Francisca Maia e Francisca Sampaio Maia, nas provas de combinado e de exercício dinâmico. 

O canoísta Fernando Pimenta ficou em segundo lugar nas provas de K1 1000 e K1 5000 metros e tornou-se o atleta português com mais medalhas nos Jogos Europeus. Há quatro anos, nos Jogos Europeus de Baku, conquistou pratas nas mesmas provas.

As três ginastas também levaram o bronze na prova de equilíbrio, assim como a judoca Telma Monteiro (-57 kg), a estafeta mista dos 4x400 metros, Diogo Ganchinho, nos trampolins, Patrícia Esparteiro, em kata (karaté), e a selecção masculina de ténis de mesa no torneio por equipas. Com a medalha de bronze, a portuguesa Telma Monteiro conquista a sua 13.ª medalha em campeonatos continentais.

Rui Oliveira foi o único português a competir na despedida dos Jogos Europeus​. O ciclista conseguiu o quarto lugar em omnium e falhou o objectivo de uma subida ao pódio. "Estou desapontado, pois vim para ganhar uma medalha. Claro que ficar ali tão perto é sempre um bocado desapontante. Lutei com todas as forças que tinha para conseguir a medalha, mas às vezes não é possível”, lamentou, citado pela agência Lusa.

Esta é a melhor participação de Portugal nos Jogos Europeus. Em 2015, o país conseguiu dez medalhas: três delas de ouro, à semelhança desta segunda edição. As conquistas de ouro pertenceram a Telma Monteiro, no judo; a Rui Bragança, no taekwondo; e a Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Geraldo, no torneio de ténis de mesa por equipas. A prata foi entregue a João Silva, no triatlo; João Costa, no tiro; e Fernando Pimenta em K1 1000 e 5000 metros, na canoagem. Júlio Ferreira, no taekwondo; a dupla composta por Beatriz Martins e Ana Rente, nos trampolins sincronizados; e a selecção de futebol de praia amealharam bronze.