Perfil

“Vivo para o activismo. O activismo foi a minha salvação”

Chama-se Sérgio Vitorino, está desde 1993 empenhado no movimento e é o rosto que abre a 20.ª Marcha do Orgulho LGBTI+.

Foto
DR

Sérgio Vitorino caminhará à frente da 20.ª Marcha do Orgulho LGBTI+ este sábado à tarde em Lisboa. “Já são 20 anos”, gritará de megafone em punho. “Em que é que ficamos?”, retorquir-lhe-ão. “Ideologia de quê?”, tornará. “O nosso género são os direitos humanos”. Vive para aquilo. Construiu-se na luta pelos direitos LGBTI+.